Meio&Mensagem
Publicidade

Por que profissionais de RH estão no Web Summit

Diretor da Leroy Merlin comenta o interesse da área pelo evento, para decodificar tendências e mapear as alavancas que podem ajudar a acelerar o desenvolvimento de seu capital humano

Roseani Rocha
7 de novembro de 2019 - 16h58

Aumento do número de startups com soluções ligadas ao RH tem atraído profissionais da área ao Web Summit (Crédito: Sam Barnes/Web Summit)

Parte do grupo francês Adeo, a Leroy Merlin está no Brasil desde 1998. O grupo globalmente tem em torno de 89 mil funcionários. Para lidar com a parte deles que fica no mercado local, de forma a preparar os talentos para o futuro do varejo, a empresa enviou ao Web Summit seu diretor de RH, Weber Niza. Ele, aliás, não é o único, já que outras companhias brasileiras também enviaram profissionais da área ao evento em Lisboa. Assim como a tecnologia está evoluindo e novas soluções têm atraído atenção de profissionais de diversas áreas, o mesmo acontece com a de recursos humanos, com a ascensão das chamadas HRTechs. Na entrevista a seguir, o executivo explica o interesse da Leroy Merlin em especial no summit.

 

Meio & Mensagem – Por que o Web Summit é um evento importante para a Leroy Merlin?

Weber Niza – Participar do Web Summit contribui para o desenvolvimento contínuo da nossa visão de futuro. Mais do que estar atento, isso significa estar presente e participante, sendo um verdadeiro protagonista na construção do futuro do varejo.

M&M – E o que o diretor de RH, em especial, busca levar deste evento para o dia a dia da companhia no Brasil?

Niza – Particularmente para as áreas de transformação humana, transformação organizacional e cultura organizacional o que buscamos quando participamos desses eventos é captar as melhores práticas, decodificar as tendências mais importantes e mapear as alavancas que podem nos ajudar a acelerar o desenvolvimento dos nossos colaboradores, sempre pensando na melhoria da experiência tanto do colaborar como do cliente.

M&M – Há visões muito pessimistas sobre os efeitos da tecnologia no mercado de trabalho, em particular, por conta do desenvolvimento da inteligência artificial. Qual sua visão a respeito?

Niza – Eu tenho uma visão otimista. De uma maneira geral, devemos estar atentos a colocar o ser humano no centro, sempre… Human first é incontornável, porque a tecnologia é apenas um meio. Por isso sou otimista, acredito que as tecnologias, entre elas a inteligência artificial, são ferramentas que aceleram ou aumentam as capacidades humanas. Sobre postos de trabalho especificamente, acredito que teremos transformações de cargos e papéis, muitos deles se transformarão e outros serão criados, o que devemos fazer enquanto empresa é preparar nossos colaborares para esse novo ecossistema.

M&M – Este é um evento em que a presença de startups é marcante. Qual o papel delas para processos de inovação de uma companhia como a sua?

Niza – Essencial, porque ajudam a desenvolver aplicações que solucionam nossas dores organizacionais. As startups são elementos fundamentais nesse novo ecossistema. A empresa não pode se fechar em si imaginado que conseguirá as melhores respostas sozinha. A capacidade e velocidade de se abrir e de criar conexões fará a diferença entre sucesso e fracasso.

M&M – É mais difícil hoje em dia encontrar talentos adequados a esse mundo em transformação ou estabelecer entre os que já estão na casa há mais tempo uma cultura de inovação?

Niza – Também tenho uma visão otimista sobre o tema. Eu acredito que hoje temos uma situação maravilhosa de explosão de talentos e ideias que se tornam hiper transparentes devido aos fenômenos digitais, então o que resta é que as empresas tenham claro sua proposta de valor ao colaborador e saibam explicar isso ao mercado, se isso acontecer o encontro entre a empresa e os talentos será natural… quanto aos talentos internos a empresa deve ter um processo de fazê-los emergirem e, a partir disso, acompanhar e acelerar seu desenvolvimento.

 

 

Publicidade

Compartilhe

  • Temas

  • weber niza

  • adeo

  • grupo adeo

  • leroy merlin

  • hrtechs

  • recursos humanos

  • rh

  • varejo

Comente

“Meio & Mensagem informa que não modera e tampouco apaga comentários, seja no site ou nos perfis de redes sociais. No site, quando o usuário ler a indicação Este comentário foi apagado’ significa que o próprio comentarista deletou o comentário postado. Não faz parte da política de M&M gerenciar comentários, seja para interagir, moderar ou apagar eventuais postagens do leitor. Exceções serão aplicadas a comentários que contenham palavrões e ofensas pessoais. O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade civil e penal do cadastrado.”

Patrocínio